domingo, 17 de julho de 2011

Animação e o seu conceito

Segundo Ventosa (2002) “O termo Animação, do ponto de vista etimológico tem origem (greco – latino), reportando para dois sentidos: um traduzindo a expressão «anima» que quer dizer vida, sentido; outro, traduzindo a expressão «animus», ou seja, movimento e dinamismo”. (p.30)
Animação, como deduz o próprio nome, significa vida, dinamismo, movimento, alegria, partilha.
Segundo Ventosa (2002), percepcionar a animação, como «vida»/«sentido» ou «movimento»/«dinamismo». É associá-la, antes de mais, à cultura. O modo como nos inscrevemos no mundo simbólico que nos configura como seres humanos e o tipo de mediações mobilizadas para nos (re)apropriarmos e nos (re)criarmos. (p.30)
O conceito de Animação está associado a diferentes contextos de aprendizagem nas áreas sociais, educativas e culturais, valorizando o saber, saber fazer e o saber ser.
Segundo Trilla (1998) “(…) será a palavra animação a mais adequada para explicar o que se pretende expressar? Por exemplo, há quem, e com uma certa razão, preferisse falar de «dinamização…». (p. 24)
A Animação emerge a partir da conjugação de vários factores: o aumento do tempo livre e a preocupação com o preenchimento criativo do lazer e do ócio; a necessidade de educação e de formação permanente ao longo da vida.
            “O aparecimento da Animação Sociocultural seria o fruto, nomeadamente, de uma reacção colectiva perante o carácter inaceitável de uma cultura que reserva a sua produção e transmissão para uma minoria privilegiada intelectual e/ou economicamente, e um projecto que impele os cidadãos a intervirem directamente numa cultura que vivem todos os dias, a participarem na sua criação e a integrarem-na no seu desenvolvimento geral (Quintana, 1993: p. 27)

Assim sendo, a Animação abrange uma grande diversidade de áreas ao nível educativo, social, e cultural de forma transversal. Com uma multiplicidade de funções de adaptação/integração, recreativa, educativa, correctora e crítica, sendo essencial a fomentação dos aspectos individuais e sociais do ser humano e para uma melhor promoção de uma educação social.

Sem comentários: