domingo, 27 de fevereiro de 2011

No Museu Francisco Tavares Proença - A magia da Polaroid

A Magia da Polaroid, colecção de Raul Cunca, é o título da exposição patente ao público, de 19 de Fevereiro a 31 de Março, no Museu Francisco Tavares Proença Júnior, em Castelo Branco.
A exposição, promovida pelo Instituto Politécnico de Castelo Branco, é apresentada através de um livro, que ilustra e documenta colecção por imagens de Miguel D’Aguiam.
O livro também contextualiza as máquinas fotográficas instantâneas, quer enquanto objectos técnicos inscritos na cultura material, quer pela sua importância como objectos paradigmáticos da história do design.
A exposição A Magia da Polaroid - Colecção Raul Cunca representa o percurso do design industrial norte-americano entre a década de quarenta do século XX e o decénio de dez do século XXI.

Empreendimentos turísticos para a região interior do país


A empresa portuguesa Live It Well apresentou esta quarta feira um dos mais ambiciosos empreendimentos turísticos para a região interior do país - a construção de uma praia artificial em Mangualde, no distrito de Viseu, assim como uma zona de restauração e concertos com mais de 20 mil metros quadrados.
Trata-se da primeira praia artificial a surgir em território europeu, com 6.500 toneladas de areia e 945 mil litros de água salgada.
A linha do horizonte será também simulada através de uma tela em impressão digital com 65x5 metros de altura.O recinto de 22.500 metros quadrados irá acolher seis restaurantes e dois bares de apoio, uma zona com um palco preparado para concertos e "até o senhor que vende os gelados e as bolas de berlim" vai marcar presença, afiançam os organizadores à agência Lusa.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Divulgação


Divulgação C.E.M

Workshop com Peter Michael Dietz
Formação
Dança Impossível - nível aberto
1º workshop - Dias 4, 5 e 6 de Março

Dia 4 (sexta) das 18h30 às 21h30Dia 5 (sábado) das 14h às 20hDia 6 (domingo) das 11h às 18hPreço: 50€

http://www.c-e-m.org/?p=1033

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

II Raid Tejo Internacional - Malpica do Tejo


Local - Malpica do Tejo (Castelo Branco)

II Raid Tejo Internacional - 60 kms
II Mini Raid Internacional - 30 kms

Data - 23 de Abril 2011 (Sábado)

Limite de Participantes – 150

Valor da Inscrição
Pago no Dia do Evento

Direito a Seguro, Almoço, Banhos, Brindes e T-Shirt Alusiva ao Evento

Data Limite da Inscrição - 15 de Abril 2011

Contactos - agostinho.pires@netcabo.pt ou 912222130
jfmalpicadotejo@gmail.com
para o visualizar ou 272913109 (só de manhã) ou 961934566

Informações - agostinho.pires@netcabo.pt ou 912222130

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

domingo, 13 de fevereiro de 2011

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Divulgação

O que é o nada?

Nada?

Por acaso já não o viste?

Repara: nem o viste nem o não viste.

Só vemos metade de tudo o que existe.

in O Nada, Álvaro Magalhães



Na sequência do trabalho de sensibilização e de formação de públicos que a arte pública – artes performativas de Beja – tem vindo a realizar em Beja nos domínios das Artes de Palco e das estratégias Pró-Literacia, vimos por este meio informar que iniciámos novo projecto.


Trata-se de O QUE É O NADA? -título inspirado no poema de Álvaro Magalhães - no âmbito da expressão e improvisação corporal, dramática e musical, aliado a actividades pró-literacia, de onde resultará a construção de um objecto performativo a apresentar publicamente sob a forma de espectáculo - com sessões de trabalho a decorrerem no espaço escolar.

O QUE É O NADA terá apresentação pública no Pax-Julia, Teatro Municipal, nos dias 27, 28 e 29 de Maio 2011 - e, desde já, convidamos-vos a visitarem o blogue onde registaremos alguns momentos e impressões de todo o processo de trabalho: http://oqueehonada.blogspot.com/, cuja visita e divulgação agradecemos.


Sublinhamos que Projectos desta natureza, que têm a oportunidade de, posteriormente, serem levados a cena e devidamente enquadrados, tanto do ponto de vista pedagógico, como técnico e artístico – como tem sido o caso de outras produções em formato de amostragem final do trabalho da arte pública com crianças e jovens - TANTAROCATINTA, ENSAO-GERAL, CANTANDO ESPALHAREI e UM LUGAR IMENSO, TALVEZ - influem muito positivamente na capacidade de expressão e comunicação das crianças, no incremento da sua auto-estima, no estímulo à curiosidade para outros universos e no fortalecimento de laços no trabalho em equipa.


Nestas crianças em particular, oriundas de meios culturais muito díspares e onde a Escola tenta promover a sua integração no respeito pela diferença, acreditamos ainda nesta intervenção como uma mais-valia para a percepção de novas realidades, para o conhecimento de si mesmo e para a aceitação do outro, a consciência do valor da expressão em liberdade e a visão criativa na resolução de problemas.

pela arte pública


http://blog.artepublica.pt/

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Programa Mensal C.E.M


Saber +

http://www.c-e-m.org/?p=1029