domingo, 15 de agosto de 2010

Animadores que qualificação profissional?

Falo sobre um pensamento pessoal …
Hoje em dia a Animação tem que ser vista como uma área que necessita de formação e regulamentação.
Porque os Animadores proliferam por ai, sem formação e sem vocação, não dignificando a área.

Os cursos profissionais de Animação Sociocultural só podem funcionar como uma mola impulsionadora para o inicio da sua formação na área de animação não dando o estatuto de Animador.

A Exigência profissional tem vindo aumentar e a Animação esta a cair numa liberalização profissional, devido qualquer pessoa com o mínimo de formação é detentora do estatuto de Animador.
O Mercado exige formação, profissionalismo e não o facilitismo que existe na regulamentação profissional.
Optando assim as instituições por
recrutarem “ditos” Animadores menos qualificados e mais económicos em detrimento da qualidade e da formação.

Aqui deixo uma pergunta que muita gente faz…
Vale a pena apostar na formação/ Licenciatura de Animação …??
Opinião pessoal:

Vale meus amigos o mercado esta mais exigente e nós Animadores temos um papel preponderante na exigência profissional, devido contribuirmos para uma melhor qualidade e quantidade e inovação da Animação.
A Animação tem que ser vista como uma área especializada e encarada como “medicamento”, já não basta “fazer por fazer” é necessário uma planificação, uma estratégia de desenvolvimento social, educativo, físico-motor e cultural dos utentes.
O Animador é um profissional que contribui de forma lúdica e recreativa para o desenvolvimento social, educativo, cultural e desportivo.

1 comentário:

Luis Serra disse...

Olá Bruno
Parabens pelo teu blog, muito bom!
Penso que o que queres dizer e concordo em pleno contigo, esta nossa profissão mais do que nunca tem que ser enquadrada numa prespectiva empreenderora.
Continua o bom trabalho
Um forte abraço
Luís Serra