sábado, 20 de dezembro de 2008

sábado, 13 de dezembro de 2008

Novas Apostas de Animação - Jogos Tradicionais

Os jogos são considerados universais, são conhecidos localmente por uma ou mais denominação, que variam de terra em terra ou de região em região.
Tendo como carga simbólica, referente ás características de utilização tradicional do corpo, dos materiais, espaços, tempos, regras fundamentais, capacidades individuais e valores culturais e sociais.
Os jogos tradicionais estabelecem uma relação entre as actividades lúdicas e laborais, tendo o prazer, o lazer, o divertimento como factores de desenvolvimento do Homem devido ao desgaste psicológico e físico do trabalho.
Tendo como função corresponder às necessidades do Homem ao nível social, afectivo e profissional.
Tendo como objectivo fundamental dos jogos melhorar a aptidão física, elevando as capacidades físicas de modo harmonioso e adequado às necessidades de desenvolvimento, assegurar a aprendizagem dos diferentes jogos tradicionais, promovendo o desenvolvimento multilateral e harmonioso.
Tentando promover o lazer, o movimento, interacção, competição saudável, mas contudo promove-se a iniciativa e a responsabilidade pessoal, a cooperação e a solidariedade.

Promover o gosto pela prática regular das actividades físicas e assegurar a compreensão da sua importância como factor de saúde e componente da cultura, na dimensão individual e social, a formação de hábitos, atitudes e conhecimentos relativos à interpretação e participação nas estruturas sociais, no seio dos quais se desenvolvem as actividades físicas, valorizando a actividades desportiva; e os hábitos de higiene e segurança pessoal e colectiva

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

IV Encontro das Area Artísticas

Escola Superior de Educação de Castelo Branco
http://www.ese.ipcb.pt/

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Jogos Tradicionais

Desde sempre os jogos tradicionais estão ligados à natureza ao lazer e a um clima de festa, os jogos tradicionais são muito antigos, e praticados há séculos. Anteriores à revolução industrial devido anteriormente serem praticados regularmente em meios rurais e posteriormente em bairros urbanos pelas classes populares, tendo uma designação mais ajustada à prática lúdica e ás características rurais.

Esses jogos mudaram no processo do esforço criativo colectivo, devido se distinguirem na forma de criação e o mecanismo de transmissão. As crianças são transmissoras desses jogos, e ajudam-nos a explicar o facto dos Jogos Tradicionais terem sobrevivido por séculos e de serem semelhantes em todo mundo.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Animação Cultural

Animação Cultural é uma área que tem como principal função a promoção e a interacção entre o meio e o ser humano, surgido na tentativa de dar resposta as exigências humanas ao nível das relações humanas, sociais e culturais; com intuito de promover a mudança.


“ É o conjunto de práticas desenvolvidas a partir do conhecimento de uma determinada realidade, que visa estimular os indivíduos, para a sua participação com vista a tornarem-se agentes do seu próprio desenvolvimento e das comunidades em que se inserem” (Anasc) referido em Lopes, 2006, p.149)



Tendo como principal preocupação os interesses e o bem-estar do ser Humano e potenciar o seu próprio desenvolvimento e com isso contribuindo para a sua autonomia ao nível cultural, psicológico, social, afectivo e político.

Assim sendo a Animação contribui para o desenvolvimento cultural da sociedade com objectivo de melhorar a qualidade de vida do grupo

sábado, 13 de setembro de 2008

Informação

A revisão global da convenção Colectiva de Trabalho (CTT) entre a CNIS e a FNSE; reconheceram o profissional de Animador Cultural – com o grau académico de licenciatura.

O Animador Cultural está enquadrado na classe dos trabalhadores sociais;


"... Organiza, coordena e ou desenvolve actividades de animação e desenvolvimento sociocultural junto dos utentes no âmbito dos objectivos da instituição; acompanha e procura desenvolver o espírito de pertença, cooperação e solidariedade das pessoas, bem como proporcionar o desenvolvimento das suas capacidades de expressão e realização, utilizando para tal métodos pedagógicos e de animação."

Constitui condição de admissão para o exercício das funções de Animador Cultural de grau I, a titularidade de licenciatura; e para o desempenho de funções de Animador de grau II, possuir o 12ª ano de escolaridade ou habilitações equivalentes, ou ainda, formação profissional específica.

A carreira do Animador Cultural de grau I desenvolve-se pelas categorias de 3ª, 2ª e 1ª. De acordo com o anexo IV e a Tabela A (retribuições mínimas de 1 de Janeiro a 31 de Dezembro de 2008), do anexo V do CCT, o profissional de:
nível 3, tem uma retribuição mínima de 999 euros;

nível 2, corresponde o valor de 1061 euros
profissional de nível 1, a retribuição de 1138 euros.(Apdasc,2008)

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Reflexão

“uma das funções chave da animação sociocultural consiste no facto de as pessoas e os colectivos se tornarem em agentes e protagonistas do seu próprio desenvolvimento…” (TRILLA, 2004: 255).

Tendo por base a mesma fonte, o animador deve “… gerar processos de
participação, criando espaços para a comunicação dos grupos e das pessoas,
tendo em vista estimular os diferentes colectivos a empreenderem processos
de desenvolvimento social e cultural”.

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Mímica

A Mímica vem do termo grego «minos» que significa actor, imitador. É um nome de uma brincadeira tradicional da qual podem participar crianças, adolescentes e adultos. Possui variantes, mas, basicamente, consiste em uma pessoa ter que representar somente utilizando a mímica, sem usar quaisquer códigos, letras ou palavras.
Arte da mímica é o tipo de teatro que os actores utilizam o corpo/gestos como ferramenta principal do espectáculo, mas podem ser utilizados outros elementos de acção, mas vêem sempre como suporte a acção e não como elementos principais de movimento.

Podemos dizer que a Mímica e a arte de exprimir, representar os pensamentos, os sentimentos histórias e acontecimentos por meio de gestos.

O Centro da atenção reside totalmente na forma da acção e nas atitudes, é pela mímica que o bebe se faz compreender, muito antes de aprender a comunicar pela fala. Desde muito cedo, espontâneo e instintivamente, expressa a sua fome, e sua alegria, a sua dor, o seu desejo de dormir.


É também pela mímica que nos fazemos entender a quem desconhece a nossa língua. Possibilitando a comunicação através de gestos e expressando os desejos, sentimentos e ideias elementares por um código de sinais, de afeições, de atitudes de certa forma conhecidas e compreendidas universalmente.


O Método de treino para a mímica pode ser dividido em 3 partes:


Teoria:
• Mímica ocidental: de onde vem para onde vai?
• O pai de mímica moderna ocidental: Etienne Decroux
• O que e pantomima, mímica corporal
• Mímica abstracta e literal


Técnica:
• Exercício sobre a Mímica Corporal de Decroux
• Construção de dramaturgia corporal
• Ilusão: Os “Efeitos especiais” na mímica
• Treino de repertório de mímica abstracta e literal
• Relação com espaço real e imaginário


Criatividade:
• O corpo como ferramenta da narrativa
• Improvisos físicos
• Criação de cena corporal
• Trabalhar texto como suporte ao movimento
• Improviso com mascaras e objectos

domingo, 10 de agosto de 2008

A Expressão Dramática na Educação do Corpo e da Mente

A Expressão Dramática é uma mais-valia, para tomarmos consciência de algumas inibições ou medos, e permite-nos libertá-los e ao mesmo tempo proporciona um prazer que nos leva à evolução e ao crescimento interior.
Logo que a criança tome consciência do seu ambiente e consegue-se traduzir em experiencia e sentimentos em sons e palavras, as primeiras representações dramáticas são imitações espontâneas e informais. As crianças na faixa etária de 0 a 6 anos usam indistintamente a mímica, a palavra e o som para expressar o seu pensamento. Brincar com tudo que lhe fica próximo no tempo e no espaço, sendo essa fase a acção.

Nessa fase deve-se ter atenção permanente para uma interacção entre o corpo e a mente, portanto a emoção e a razão estarão conectadas para uma vida saudável, onde ensinar exige saber escutar e escutando e assim aprendemos a falar.

Escutar significa a disponibilidade do sujeito que escuta para a abertura à fala do outro, ao gesto do outro e as diferenças do outro.

A Representação Dramática é um recurso educativo dos mais completos, porque através dela:
• Incentiva-se a criação e a observação
• Possibilita-se variado meios de expressão
• Liberta-se sentimentos
• Desenvolve-se hábitos, atitudes e habilidades
• Desenvolve-se maneira reflexiva de pensar
• Amplia-se conceitos levando a generalizações


A actividade dramática desenvolve o ser humano, porque exige observação analítica de fatos e sentimentos, e com base nas observações e impressões, a criança cria gestos ritmos, sons, palavras e movimentos próprios.


• Permite que a criança transfira para as personagens os seus problemas, essa liberação dentro do “faz de conta” resolve, até certo ponto, as suas dificuldades de ajustamento e de integração no grupo e desenvolvimento emocional.
• Permite a ordenação de fatos numa sequência lógica, favorecendo o pensamento ordenado.
• Aprofunda o senso de observação, formando assim, um espírito crítico, baseado na realidade dos fatos.
• Contribuindo para aprendizagem de novos conhecimentos, possibilita as relações necessárias neste processo.

A Expressão Dramática é a base de toda a educação criativa, pois desenvolve o ser Humano (corpo, mente e emoção).
A linguagem dramática possibilita as pessoas a viverem uma relação entre as ideias e a sua mútua inter-acção, através da personificação de personagens, podendo compreender e aprender o mundo que nos rodeia.

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Expressão Dramática

A Expressão Dramática é um dos meios mais valiosos e completos na educação da criança e do ser Humano.

Contribuindo para um maior desenvolvimento pisco-sócio-motor, pondo em jogo a sua expressividade, criatividade de valores, ao mesmo tempo que a ajuda na sua relação social.

Começando com gestos simples, passando sucessivamente para a expressão corporal, para a Imitação, para Mímica e depois para o jogo Dramático e Dramatização, coexistindo e enriquecendo-se mutuamente. Muitas das vezes, depois de tomar consciência de algumas das suas inibições ou medos, é capaz deles se libertar no momento em que veste a pele de algumas personagens ou defende determinadas histórias.

A Comunicação é expressa através de gestos e expressões faciais, por esse motivo o nosso corpo adquire com os nossos relacionamentos interpessoal, expressões de riso de alegria, de vibração ou mesmo expressões de sofrimento físico e psíquico.

A riqueza das expressões do corpo bem como a importância de sabermos realizar a leitura corporal facilitam a nossa inserção social, auxiliam a entender melhor o outro, e contribuem para uma melhor convivência entre as pessoas.

Através de exercícios corporais encontramos, um terreno propício para desenvolver todo o nosso corpo e a nossa mente, integrados e harmonizados, fazendo através da experimentação e da observação, um ser Humano critico, actuante e responsável na construção de um mundo mais pleno para todos.

Este exercício pode constituir um recurso bastante eficaz para aprendermos, ensinarmos e convivermos.

Os exercícios corporais possibilitam e favorecem o auto conhecimento e bem-estar físico e psicológico tanto individualmente como em grupo.

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Função do Animador Cultural

Tem como função promover e desenvolver, actividades com finalidades educativas (recreativas, culturais ou desportivas). Estas actividades, têm como objectivo uma educação global e permanente, podem dirigir-se a grupos especiais ou ser abertas
a toda a comunidade.

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Animador SocioCultural

"É todo aquele que sendo, possuidor de uma formação adequada, é capaz de elaborar e /ou executar um plano de intervenção, numa comunidade, instituição ou organismo, utilizando técnicas culturais,sociais,educativas,desportivas,recreativas e lúdicas."(ANASC,1999)

segunda-feira, 12 de maio de 2008

AniCultural


Anicultural é um grupo de pessoas com formação na area de Animação Cultural e Desportiva vocacionada para trabalhar em parcerias com Associações de Animação Turistica e Cultural.
Pretendemos ser um grupo dinamico que aposta na organização de actividades que porporcinam a qualidade e bem estar de vida.

domingo, 11 de maio de 2008

sábado, 10 de maio de 2008